Imagem capa - Atividade física na gestação por Kelly Schmidt - Fotografia feita de amor!
Mamãe e Bebê

Atividade física na gestação

Sabemos que a gestação é um dos períodos mais bonitos da vida de uma mulher e nada melhor do que prepararmos o corpo e a mente para aproveitarmos cada dia dessa fase mágica e espetacular. O acompanhamento de um profissional de fisioterapia nesta fase tem a finalidade de reduzir os desconfortos musculoesqueléticos e até mesmo respiratórios naturais da gestação e melhor preparar o corpo para o parto. Principalmente após a 20° semana de gestação, é comum o surgimento de alterações posturais devido ao aumento do útero e de instabilidade articular. Esses aumentos ocasionam mudança no centro de gravidade corpóreo podendo gerar hiperlordose lombar, hiperextensão da cervical, aumento da extensão de joelhos e tornozelos como mecanismo de compensação e adaptação do corpo para melhora do equilíbrio. 


Outras queixas frequentes encontradas na literatura são: aumento da fadiga muscular, edema em membros inferiores principalmente no terceiro trimestre da gestação, tensão muscular e alterações respiratórias. Essas entre outras tantas adaptações do corpo, podem resultar em dores ou desconforto para as mamães. Os desconfortos presentes uma vez reduzidos, proporcionam à gestante uma melhor qualidade de vida, gerando assim bem-estar ao feto.



A prática da atividade física tem evidenciado, de um modo geral, benefícios e resultados positivos quando moderados e orientados por profissionais capacitados. Quando sem restrições médicas, atividades como por exemplo pilates, fisioterapia, RPG, caminhadas, treinos orientados e hidroterapia proporcionam uma melhor conscientização corporal, estímulo do autocuidado com o corpo na gravidez, melhora no controle miccional, viabiliza uma melhora no condicionamento físico aumenta a força articular e abdominal que proporciona melhor desempenho na hora do parto, e melhora da recuperação pós-parto, seja ele normal ou cesárea. 


E aí mamães, vários motivos para se movimentar não é mesmo? Vamos aproveitar e curtir muito essa fase única que sem dores se torna melhor ainda.  


                                                                                                                                                                                                    Laura Galvão Neves Carvalho

                                                                                                                                                                                                    Fisioterapeuta – Crefito 200.027-F                  


Se você gostou deste post e tem outras dúvidas sobre atividades físicas na gestação ou outro assunto que gostaria de saber, deixe um comentário!
Vamos adorar te responder!