11/02/2019 às 17:21 Casamento

Você beberia vinho na cerimônia do seu casamento?

677
3min de leitura

Em um determinado momento das (inúmeras) decisões sobre o casamento é necessário falar sobre como vai ser a cerimônia, não é mesmo? Cada uma têm o seu charme e a sua importância!

Tem casais católicos, evangélicos, espíritas. Tem noivos que querem as bênçãos de pai e mãe. Tem noivos que recebem bênçãos de padre e pastor juntinhos no altar.

E, tem noivos que curtem algo como a cerimônia dos 4 elementos (água, terra, fogo, ar), e a também a maravilhosa Cerimônia do Vinho.

Hoje trago para vocês um texto que une duas coisas que nós amamos: vinho e casamento!

E quem nos passou todas as informações foi o Celebrante de Casamentos Luís Schumacher, de Porto Alegre, que celebrou o casamento maravilhoso da Maila e do William que tivemos o prazer em fotografar aqui em Pelotas/RS. Foi emocionante, foi feliz, foi mágico! 

A Cerimônia do Vinho

O vinho é uma bebida mais do que especial. Durante muitos séculos foi utilizado pelas pessoas para marcar um momento importante como uma cerimônia ou uma comemoração única.

No casamento acontece assim: no momento da cerimônia, os noivos ficam de frente um para o outro para que todos os convidados possam assistir.  

Em uma mesa lindamente decorada para esta ocasião estão 2 garrafas de vinho. Um vinho tinto, representando o noivo e um vinho branco, representando a noiva.

Os noivos abrem os vinhos e servem em suas taças.

A poesia do momento é imaginar que estes dois vinhos com origens e safras diferentes estão representando toda a vida e individualidade dos noivos, tudo que eles viveram.

Neste momento o Celebrante pede aos noivos que, pela última vez, bebam de suas individualidades, porque daqui alguns instantes serão somente um.

Um brinde é feito para celebrar tudo o que os noivos viveram e tudo o que eles foram até aqui... sorvendo apenas alguns goles destas taças, cada um.

O poeta Gonçalves Dias em "Obras Poéticas" utilizou o verbo sorver no trecho: “sorvo o perfume que tua alma exala".

Logo após o brinde, o Celebrante pede que o noivo e a noiva, representados pelos vinhos, sejam despejados em um único recipiente, no qual formarão um terceiro elemento: um vinho de cor rosada que unifica os distintos sabores e que se transforma em um só.

O Celebrante pega o decanter, ergue ao alto para que todos acompanhem este momento, mistura este novo vinho que se formou e serve em uma terceira taça.  Essa combinação representa que, a partir deste momento, os noivos se tornam uma só alma, um só sabor e que acabaram de unir tudo que trouxeram e que a vida deles agora é juntos!

Os noivos bebem este novo vinho e brindam uma nova vida e as novas conquistas que virão!

O Celebrante Luís Schumacher é natural de Porto Alegre, tem 48 anos, e é formado em Letras (Literatura e inglês).

Morou e estudou na Inglaterra em 2009, é bilíngue e tem em seu currículo vários Casamentos internacionais (australianos, portugueses e ingleses).

Para entrar em contato:

Instagram.com/schumacherluis

Facebook.com/celebranteluis

Telefone: (51) 98305-9500

Para entrar em contato direto pelo WhatsApp clique aqui!

11 Fev 2019

Você beberia vinho na cerimônia do seu casamento?

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

a primeira vista casamento casamento ao ar livre casamento de dia casamento de noite casando na figueira celebrante de casamento cerimonia 4 elementos cerimonia do vinho daminha fotografia de casamento fotógrafos pelotas inesquecivel casamento pajem pedido de casamento pelotas penteados de casamento vestido de casamento wedding

Quem viu também curtiu

01 de Mai de 2017

O Casamento Perfeito - por onde começar!

22 de Set de 2016

O vestido perfeito: passo 1!

09 de Ago de 2016

5 dicas para escolher os doces do seu evento!

Vamos conversar?
Logo do Whatsapp