Imagem capa - Você sabe o que o seu filho deve comer nos 2 primeiros anos? por Kelly Schmidt - Fotografia feita de amor!
Mamãe e Bebê

Você sabe o que o seu filho deve comer nos 2 primeiros anos?

Chegando mais um texto prático, cheio de energias boas e o melhor, para ajudar as mamães de primeira viagem!

Nós sabemos que tem vários fatores que influenciam tanto na nossa alimentação quanto na alimentação dos pequenos que fazem parte das nossas vidas, não é mesmo?

A nutrição infantil pode vir acompanhada de dúvidas porque, afinal de contas, nós crescemos comendo o que nossos pais aprenderam com os pais deles e por aí segue uma vida inteira de (talvez) outro tipo de cultura alimentar (sem falar em melhor ou pior, só enfatizando épocas diferentes).

Hoje, depois de mil estudos mais atuais, testes e tudo que envolve esse mundão da nutrição, já percebemos um grande número de mamães e papais preocupados com a alimentação dos filhos. Para trazer um conteúdo de qualidade e com muita competência, convidados a nutricionista Thais Marten, que trabalha com Nutrição Clínica e Esportiva e Nutrição Avançada - saúde e performance e pra melhorar ainda mais esse currículo, é Doutoranda em Biotecnologia :D 


Nutrição infantil - Dica para as mamães de primeira viagem!


Os primeiros mil dias de gestação somados aos dois primeiros anos de vida do seu filho são considerados os mais importantes para garantir um futuro saudável. Cuidar da saúde da gestante bem como da criança é o maior investimento a ser feito com garantia em uma melhora de qualidade de vida a longo prazo.

A ciência aborda os primeiros mil dias como um período crucial para prevenção de obesidade e doenças cardíacas.
Por isso é de extrema importância que até os dois primeiros anos de vida você não ofereça, nenhum tipo de açúcar ou evite ao máximo.




Nosso instinto natural é preferir o paladar doce, portanto as preferências da criança serão determinadas durante este período! Retarde o oferecimento de doces e guloseimas para que o seu filho não conheça esse paladar tão precocemente.




Os sabores amargo e azedo estão presentes em muitas frutas, legumes e verduras (por este motivo vemos cada vez mais a recusa destes tipos de alimentos), essa rejeição pode ser menor se a criança não for exposta tão cedo. 


(parênteses aqui só pra mostrar o que rola nos grupos de família de whatsapp quando a mamãe e o papai compartilham o Henrique, essa fofura das fotos experimentando limão: clica aqui!)


Aposte na introdução alimentar a partir dos 6 meses de idade, permita com que o seu filho sinta as texturas e cores dos alimentos! Evite triturar, processar ou misturar demais os grupos alimentares!




Um beijo,
Nutricionista Thais Marten.


Fotos que inspiraram este post:
Primeiros dias do Henrique + fotos pessoais dele comendo feijãozinho
Café da manhã nos primeiros dias da Júlia e o mano Otávio foi maravilhoso!

Gostaram? Querem saber mais? Manda pra gente, que a gente responde ou entra em contato com a Thais Marten.

https://www.instagram.com/thaismarten/
Email: martenthais@gmail.com
Telefone: Remodelle - (53) 984523979