Imagem capa - Meu filho comeu doce antes dos 2 anos, e agora? por Kelly Schmidt - Fotografia feita de amor!
Mamãe e Bebê

Meu filho comeu doce antes dos 2 anos, e agora?

Ah!! As famílias! Temos tantas histórias maravilhosas de vida real para contar, cada uma do seu jeitinho especial de ser. Além das imagens também participamos de vários acontecimentos que incluem, antes de mais nada, confiança. São indicações de profissionais, são relatos de situações e as vezes, até confissões. Vida real de verdade verdadeira, sabe? Porque a gente se aproxima, fica amigos, compartilha. 

E esse é um dos maiores objetivos do Blog: ajudar mamães, papais e crianças da melhor forma e manter sempre o melhor sorriso e tranquilidade deles nas fotos :D Porque a gente precisa cuidar agora, para que as lembranças deles daqui há 40, 50, 60 anos sejam as melhores!


E um dos assuntos que não poderia faltar, lógicoooooo, é o tão falado Açúcar antes dos 2 anos. 


Para falar sobre esse assunto tão delicado, a linda Mãe da Laurinha de 4 anos <3, Nutricionista , Especialista em Nutrição Materno Infantil, Doutora em Saúde e Comportamento: Pamela S. Vitória.


Vamos lá?


Meu filho comeu doce antes dos 2 anos, e agora?


Essa situação fora do ideal acontece muito. No entanto, o mundo não está perdido, acredite.  Vamos primeiramente entender o motivo da recomendação de não apresentar alimentos com açúcar antes dos dois anos de idade

Entre os 6 meses e 2 anos a criança precisa conhecer alimentos que são importantes para o seu crescimento e desenvolvimento, ou seja, aquilo que não é necessário, podemos desconsiderar, pois é uma fase de aprendizado

É a oportunidade que a criança tem de aprender.


Dentro desse processo de crescimento e desenvolvimento (físico, cognitivo e comportamental) há o desenvolvimento do paladar, e esse paladar tende a perdurar por longos anos. Desta forma, quanto mais a criança desenvolver um “paladar saudável” mais fácil será para a criança e para os pais. 

Fora que, ao conhecer alimentos ou produtos alimentícios (industrializados) que costumam ter um sabor mais acentuado (seja doce ou salgado) a criança tende a se desinteressar gradativamente pelos alimentos in natura que oferecem sabor menos acentuado. Um exemplo: a criança amava maçã, porém desde que começou a comer bolinho pronto, passou a desprezar a maçã.








Bom, mas como mãe, sei que nem sempre o controle do que a criança come está totalmente seguro, por inúmeras razões, e está tudo bem. Caso aconteça de a criança comer algo fora do ideal até essa idade, não se desespere pois o paladar é adaptado e construído de forma gradual, ou seja, não é porque a criança pegou uma bolacha da mão do amiguinho, comeu o merengue do Smash the Cake, que simplesmente não vale mais a pena restringir os “açúcares” da vida da criança.

O que fazer então? Simplesmente siga como estava fazendo, desconsidere aquela ocasião e siga. O que você não deve fazer é achar que ao experimentar um doce, por exemplo, a criança já está “contaminada” pelo açúcar. Siga a alimentação saudável da criança, não brigue e tente não chamar a atenção para o fato. Tente distrair a criança com outro recurso.


--> Se foi ofertado por algum familiar, explique amigavelmente os motivos e lembre de explicar que a chance da criança aprender a comer o que ela realmente precisa é nessa fase e que ela terá uma vida inteira para comer outros alimentos dentro de um contexto normal.





Se você gostou deste post deixe um comentário! Compartilhe com as amigas!
Se tiver outras dúvidas ou dicas sobre assuntos que quiser ler por aqui, manda pra gente que vamos adorar te responder! 

QUER combinar o seu Ensaio de Família? Clica aqui -> WHATSAPP DA KELLY


E nós já tivemos o prazer de fotografar a família da Pamela! Quer ver? Clica aqui -> O passeio da Laura

As fotos do post são da Kelly e do Márcio. As duas primeiras do acompanhamento do João Lucas (e logo logo vem o acompanhamento da mana por aí :D) e as outras 3 fotos são do Smash the Cake do Henrique, meu sobrinho, pensado com as coisinhas que ele mais gostava que eram os suquinhos de frutas e claro que não poderia faltar o bolo. Tivemos a ideia de pedir para a vovó fazer um bolinho simples com uma cobertura só para lembrar o aniversário, mas claro que a mamãe Kátia tinha suas expectativas com relação às fotos do bolo. Henrique não curtiu, nem bolo, nem doce. :)


Quer conversar com a Pamela? Clica nos contatos abaixo! 



Nutricionista Pamela S. Vitória


🍓Nutricionista, Phd

💎Estilo de vida, cuidados maternos, fertilidade

💙introdução alimentar

📧 pamnutri@yahoo.com.br

📲 53981158694

Inscrições/curso  linktr.ee/pamsvit